Anúncio
Anúncio

Como Prever o Futuro

Por :
Andrea Voute
Publicado: Jul 26, 2021, 13:02 GMT+00:00

Na época da Primeira Guerra Mundial as mulheres começaram a trabalhar fora, nos anos 70 o movimento se intensificou e recentemente tem crescido o número de mulheres em altos cargos. Quantas transformações radicais aconteceram na sociedade em decorrência dessa situação?

Abu Dhabi city

Era fácil prever que novos problemas familiares e novas oportunidades de negócios surgiriam pelas funções que a dona de casa deixaria de exercer. Quem abriu uma empresa que cuida das tarefas domésticas, crianças, idosos e doentes, encontrou demanda para o seu serviço. Não se trata de pensar só em “como ganhar dinheiro com isso”, é lógico que vamos celebrar as conquistas femininas e nos adaptar à nova realidade. Trata-se de prever o futuro de forma inteligente, estar atento aos acontecimentos e aos padrões.

Eu deveria ter pensado nisso antes

Quantos de nossos problemas são resultado de um longo processo ou hábitos antigos? O uso do crédito rotativo do cartão que começou nos dias das compras que não deveriam ter acontecido e não no dia do pagamento da fatura. A inadimplência que já era previsível na contratação do empréstimo, bem antes do vencimento das parcelas.

Os problemas familiares que cresceram na permissividade ao dizer sim a tudo o que os filhos pediam. O curso que se tornou um peso veio de uma matrícula por impulso, entusiasmada com os benefícios, sem saber se haveria tempo e disposição para estudar.

A ingenuidade de pagar todas as contas por anos facilitou que a pessoa saísse sem nada do casamento ou da sociedade. A velhice pobre, solitária e doente que foi construída nas escolhas de nunca olhar para o futuro. A demissão que parece inevitável depois de tratar o emprego como um mal necessário.

Preparando-se para o futuro

Quanto maior a realização, mais provável que você tenha chegado nela depois de investir esforço, tempo e dinheiro. A boa comunicação que se construiu com boas leituras, bons relacionamentos e interesse na cultura e não com discursos ensaiados. As notas altas que começaram anos antes, estudando o assunto certo com um método inteligente e não no dia da prova.

A fidelidade dos clientes que se conquistou com centenas de pequenas atitudes e não no ato da renovação do contrato. A bela carteira de investimentos que foi acompanhada e alimentada com disciplina nem precisou de uma grande sacada ou atalho para enriquecer o investidor. O troféu que o atleta foi ganhando átomo por átomo em cada minuto de treino e não só no dia da competição.

A pretensão da precisão da previsão

Não caia nesta armadilha. Certeza não temos, detalhes não sabemos, mas podemos nos preparar o melhor possível. Os controladores podem relaxar um pouco porque na verdade nada está sob controle de fato. As deduções dos espertos frequentemente são falhas e seria melhor não ter perdido tempo com elas.

A vaidade de prever coisas exatas como o preço máximo é que nos leva a situações com alta probabilidade de erro. Observar tendências e correlações já nos acalma e nos coloca em posição de vantagem em relação a ameaças e oportunidades. Parte do futuro é previsível sim, cuidemos dessa parte aceitando a parcela de surpresa que o acompanha.

Andréa

Sobre o Autor

Andrea Voutecontributor

Consultora financeira e palestrante, Andréa Voûte desde 2002 ajuda pessoas a lidarem melhor com o seu dinheiro individualmente, em família ou nas micro e pequenas empresas.

Você achou esse artigo útil?

Anúncio