Até onde vai o rally no EUR/USD?

Renan Raminelli

No dia 16 de fevereiro o EURUSD teve um forte rally após se aproximar do nível de 1.05, e a força compradora fez com que o preço se aproximasse de 1.06, região na qual se encontrava uma linha de tendência de baixa, esse nível ofereceu alguma resistência, porém insuficiente para segurar os euro bulls, e com a pressão de compra o par acabou rompendo o referido nível e linha de tendência de curto prazo, o que levou o EURUSD para níveis ainda mais altos chegando até uma máxima no dia de 1.0679.

Como plano de fundo para esse movimento, está o Banco Central Europeu que vê “progresso insuficiente” em direção a uma inflação sustentável, indicando que não haverá pressa em mudar a atual política monetária de estímulo econômico. Desta forma, o euro se valorizou perante o dólar e interrompeu a sequência de baixas que o par vinha sofrendo nas últimas duas semanas desde a liberação do “Non Farm Employment Change” em 02 de fevereiro, com dados bastante superiores à expectativa do mercado.

Dentro dessa perspectiva de rompimento da linha “bearish” de curto prazo em 1.06, e a continuação da alta no dia subsequente, podemos avaliar que no caso de um fechamento semanal em níveis iguais ou superiores ao atual, há grande chance do par estender o movimento de alta na semana seguinte, tendo como próximos níveis relevantes a serem observados, o Fibonacci 50% em 1.0740, a linha de tendência de baixa azul na região próxima de 1.0770, e o nível de Fibonacci 61.8% em 1.0835.

Na hipótese de um rompimento dos níveis supracitados, poderemos ter a formação de um ombro-cabeça-ombros invertido, e nesse caso, a confirmação do rompimento da linha do pescoço seria um fechamento acima de 1.0835, o que poderia sugerir ao mercado que a forte pressão compradora irá desafiar a próxima forte barreira psicológica do preço no nível de 1.10, porém no atual momento ainda são insuficientes os indicativos de que essa pressão compradora tenha força suficiente para realizar tal movimento.

De forma geral, muitos ainda procuram um ponto ideal para vender EURUSD, e continuarão na busca de um topo mais baixa na tendência de fortalecimento do dólar americano, sendo assim, enquanto do preço não romper o último topo em 1.0835, o mercado deverá continuar com viés geral de baixa, já que a está na mesa do FED como possibilidade de um novo aumento de juros em março, pois conforme Janet Yellen mencionou, se a economia dos EUA continuar no atual curso, outros aumentos de juros serão necessários e todas as próximas reuniões são uma possiblidade real para essa ação.

Analisando tecnicamente o EURUSD em velas diárias, a EMA10 está abaixo da EMA20, indicando tendência de baixa, o MACD está tendo um aumento do histograma, sugerindo o momento de alta no preço, porém está vindo de um cruzamento bearish, e o atual movimento de alta pode ser apenas mais uma correção na tendência de valorização do dólar americano. O estocástico que estava no sobrevendido, saiu da região e está apontando para cima, indicando que o preço está subindo.  De forma geral, os indicadores sugerem uma tendência de baixa com uma correção para cima, e poderá ser uma boa entrada no mercado, a busca de um topo mais baixo, com um cruzamento do estocástico vindo do sobrecomprado.

Veja o gráfico diário do EURUSD:

EUR/USD Chart

Este artículo está escrito por Renan Raminelli, analista senior de Alpari Research & Analysis

Não perca nada!

Discover what's moving the markets. Sign up for a daily update delivered to your inbox

Artigos Mais Recentes

Ver Todos

Top Promoções

Top Correctores