FXEMPIRE
Tudo
Ad
Anúncio
Anúncio
Reuters
Adicionar aos favoritos
Logo da BRF em Lucas do Rio Verde (MT)
Logo da BRF em Lucas do Rio Verde (MT)

Por Nayara Figueiredo

SÃO PAULO (Reuters) – Os produtores de frango integrados à unidade da BRF de Lucas do Rio Verde (MT), uma das maiores da companhia, decidiram em assembleia paralisar os alojamentos de pintainhos para engorda e abates a partir da próxima segunda-feira, em meio a reivindicações por reajustes de preços devido ao aumento de custos, conforme associação local.

Com aumento nas despesas das granjas, como combustíveis e energia elétrica, os integrados solicitam elevação de 10% a 12% no preço pago pelo animal, disse à Reuters o diretor executivo da Associação de Produtores de Proteína Animal (Appa), Pablo Artifon, que também coordena a comissão municipal Cadec, responsável pelas negociações entre o setor produtivo e a companhia.

Segundo ele, os custos que estão pesando mais são os operacionais, já que ração é fornecida pela BRF.

“A Cadec local negocia o repasse dos custos ao preço do quilo (do frango) desde de novembro de 2020. Desde janeiro de 2020 que (a BRF) não revisa preços”, afirmou Artifon.

Ele disse que, após assembleia realizada na véspera no Sindicato Rural de Lucas do Rio Verde, a companhia foi notificada nesta terça-feira sobre a paralisação.

Artifon ainda explicou que a região fornecedora da BRF conta com 700 aviários e cada um deles costuma alojar 25,7 mil pintainhos. Segundo ele, cada aviário entrega seis lotes à empresa por ano.

A unidade de Lucas do Rio Verde é uma das maiores instalações da empresa no Brasil, ficando atrás em volume de produção da planta de Rio Verde (GO).

“Aqui em Mato Grosso temos um sistema parecido com o de Goiás, com poucos produtores, mas de maior tamanho, diferente do que acontece no Sul, onde muitas granjas são familiares. Aqui, a gestão é muito mais profissionalizada e gerenciada do ponto de vista de custo e reinvestimento a cada ano.”

O alto nível de gestão contribuiu para que os avicultores identificassem a necessidade de reajuste nos preços do frango, dado o aumento de custos, acrescentou o diretor.

“O combustível quase dobra, energia (teve) vários aumentos… (e) estão pagando o preço de 2020 ainda”, disse.

O Brasil passa por uma grave crise hídrica, desencadeada por forte seca na região das hidrelétricas, que colabora para onerar as despesas com energia para a indústria em geral. Nas granjas, este é um dos principais custos.

Procurada, a BRF disse que está em negociação constante com os produtores, como sempre foi feito em reuniões de Cadec. “A companhia reforça que toda a cadeia de produção sofre fortemente com os custos”.

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) não tinha informação sobre o assunto.

(Reportagem adicional de Paula Alend Laier)

Anúncio
Não perca nada!
Descubra o que está a mover os mercados. Registe-se para obter uma atualização diária remetida para a sua caixa de entrada

Artigos mais recentes

Ver tudo

Negoceie com uma corretora regulada

ISENÇÕES DE RESPONSABILIDADE IMPORTANTES
O conteúdo fornecido no site inclui notícias e publicações gerais, nossas análises e opiniões pessoais e conteúdos fornecidos por terceiros, que se destinam apenas a fins educacionais e de pesquisa. Não constitui, e não deve ser lido como, qualquer recomendação ou conselho para tomar qualquer ação, incluindo fazer qualquer investimento ou comprar qualquer produto. Ao tomar qualquer decisão financeira, você deve realizar suas próprias verificações de due diligence, aplicar seu próprio critério e consultar seus consultores competentes. O conteúdo do site não é dirigido pessoalmente a você e não levamos em consideração sua situação ou necessidades financeiras. As informações contidas neste site não são necessariamente fornecidas em tempo real nem são necessariamente precisas. Os preços aqui fornecidos podem ser fornecidos por criadores de mercado e não por bolsas. Qualquer negociação ou outra decisão financeira que você fizer será de sua total responsabilidade, e você não deve confiar em nenhuma informação fornecida por meio do site. FX Empire não fornece qualquer garantia em relação a qualquer informação contida no site, e não será responsável por quaisquer perdas comerciais que você possa incorrer como resultado do uso de qualquer informação contida no site. O site pode incluir anúncios e outros conteúdos promocionais , e FX Empire pode receber compensação de terceiros em conexão com o conteúdo. FX Empire não endossa terceiros ou recomenda o uso de serviços de terceiros, e não assume responsabilidade pelo uso de qualquer site ou serviços de terceiros. FX Empire e seus funcionários, executivos, subsidiárias e associados não são responsáveis nem devem eles serão responsabilizados por qualquer perda ou dano resultante do uso do site ou da confiança nas informações fornecidas neste site.
ISENÇÃO DE RISCO
Este site inclui informações sobre criptomoedas, contratos por diferença (CFDs) e outros instrumentos financeiros, e sobre corretores, bolsas e outras entidades que negociam esses instrumentos. Tanto as criptomoedas quanto os CFDs são instrumentos complexos e apresentam um alto risco de perda de dinheiro. Você deve considerar cuidadosamente se você entende como esses instrumentos funcionam e se você pode assumir o alto risco de perder seu dinheiro. A FX Empire o incentiva a realizar sua própria pesquisa antes de tomar qualquer decisão de investimento e evitar investir em qualquer instrumento financeiro que você não entende totalmente como funciona e quais são os riscos envolvidos.