Anúncio
Anúncio

Casa Branca planeja apoiar drogarias e farmacêuticas em batalha envolvendo pílulas abortivas

Por :
Reuters
Publicado: Apr 9, 2023, 18:46 GMT+00:00

Por Nandita Bose WASHINGTON (Reuters) - A Casa Branca está retomando as discussões com fabricantes de pílulas abortivas e redes de farmácias dos Estados Unidos sobre maneiras de reagir contra os esforços para banir a mifepristona, disseram duas fontes com conhecimento do assunto, enquanto se prepara para apelar contra uma decisão do tribunal do Texas suspendendo a aprovação da droga.

Caixas usadas de mifepristona em clínica feminina em Albuquerque, nos EUA

Por Nandita Bose

WASHINGTON (Reuters) – A Casa Branca está retomando as discussões com fabricantes de pílulas abortivas e redes de farmácias dos Estados Unidos sobre maneiras de reagir contra os esforços para banir a mifepristona, disseram duas fontes com conhecimento do assunto, enquanto se prepara para apelar contra uma decisão do tribunal do Texas suspendendo a aprovação da droga.

O juiz distrital dos EUA, Matthew Kacsmaryk, em Amarillo, Texas, suspendeu na sexta-feira a aprovação da mifepristona, que essencialmente tornará as vendas da pílula ilegais nos EUA, enquanto uma contestação legal continua. Uma decisão conflitante do Estado de Washington na sexta-feira bloqueia mudanças nas vendas de pílulas em 17 Estados.

Em janeiro, a Food and Drug Administration (FDA, responsável pela supervisão sanitária dos EUA) fez uma mudança regulatória que possibilitou que as farmácias de varejo oferecessem pílulas abortivas no país pela primeira vez, mas mais de uma dúzia de Estados aprovaram leis que limitam essas vendas.

“Estamos discutindo maneiras de oferecer suporte legal a eles”, disse uma das fontes sobre fabricantes e farmácias de varejo.

As opções que estão sendo discutidas incluem o apoio do Departamento de Justiça dos Estados Unidos em quaisquer contestações legais feitas contra fabricantes e farmácias e o fornecimento de aconselhamento jurídico sobre como eles podem continuar dispensando as pílulas, disseram as fontes. O Departamento de Justiça está buscando separadamente uma suspensão de emergência da ordem do Texas.

Não ficou imediatamente claro quais empresas estavam envolvidas nas discussões. A Casa Branca não quis comentar.

Sobre o Autor

Reuterscontributor

A Reuters, o departamento de notícias e media da Thomson Reuters, é o maior fornecedor de notícias multimédia internacional do mundo, chegando a mais de mil milhões de pessoas todos os dias. A Reuters fornece notícias sobre negócios, financeiras, nacionais e internacionais de confiança a profissionais através dos computadores da Thomson Reuters, das organizações de meios de comunicação social mundiais, e diretamente aos consumidores na Reuters.com e através da Reuters TV.

Você achou esse artigo útil?

Anúncio