Anúncio
Anúncio

Irmãs israelenses mortas em ataque a tiro são enterradas

Por :
Reuters
Publicado: Apr 9, 2023, 19:16 GMT+00:00

KFAR ETZION, Cisjordânia (Reuters) - A família de duas irmãs israelenses que foram mortas em um ataque a tiros na Cisjordânia ocupada compartilhou elogios fúnebres neste domingo com uma sala cheia de pessoas chorando, enquanto sua mãe, que foi ferida, permanece em coma.

Funeral de irmãs Maia e Rina Dee, mortas em ataque a tiros na Cisjordânia ocupada

KFAR ETZION, Cisjordânia (Reuters) – A família de duas irmãs israelenses que foram mortas em um ataque a tiros na Cisjordânia ocupada compartilhou elogios fúnebres neste domingo com uma sala cheia de pessoas chorando, enquanto sua mãe, que foi ferida, permanece em coma.

Maia e Rina Dee, de 20 e 15 anos, que também eram cidadãs britânicas, morreram na sexta-feira quando seu carro foi alvejado por um suposto atirador palestino. As forças israelenses ainda estão tentando rastrear o agressor.

O pai das irmãs, Leo, começou a chorar enquanto falava diante da multidão que se reuniu no assentamento judaico de Kfar Etzion para o funeral.

Ele evocou o feriado de Pessach que agora está sendo celebrado e a história do êxodo bíblico dos judeus da escravidão no Egito para a liberdade.

“A jornada para a redenção é lenta –três passos para frente e dois para trás. E Maia e Rina, com sua perda, nosso mundo deu dois passos para trás”, disse ele, estendendo o braço na direção de seus corpos que jaziam cobertos por um pano. “Vocês nos inspiraram, vocês nos amaram e, por sua vez, nós as amaremos para sempre.”

Sobre o Autor

Reuterscontributor

A Reuters, o departamento de notícias e media da Thomson Reuters, é o maior fornecedor de notícias multimédia internacional do mundo, chegando a mais de mil milhões de pessoas todos os dias. A Reuters fornece notícias sobre negócios, financeiras, nacionais e internacionais de confiança a profissionais através dos computadores da Thomson Reuters, das organizações de meios de comunicação social mundiais, e diretamente aos consumidores na Reuters.com e através da Reuters TV.

Você achou esse artigo útil?

Anúncio