Anúncio
Anúncio

Macron diz que Europa não deve seguir política dos EUA ou da China sobre Taiwan

Por :
Reuters
Publicado: Apr 9, 2023, 19:30 GMT+00:00

(Reuters) - O presidente francês, Emmanuel Macron, disse em comentários publicados neste domingo que a Europa não tem interesse em uma aceleração da crise em relação a Taiwan e deve seguir uma estratégia independente tanto de Washington quanto de Pequim.

Macron diz que Europa não deve seguir política dos EUA ou da China sobre Taiwan

(Reuters) – O presidente francês, Emmanuel Macron, disse em comentários publicados neste domingo que a Europa não tem interesse em uma aceleração da crise em relação a Taiwan e deve seguir uma estratégia independente tanto de Washington quanto de Pequim.

Macron acaba de retornar de uma visita de Estado de três dias à China, onde recebeu calorosas boas-vindas do presidente Xi Jinping. A China iniciou exercícios em torno de Taiwan no sábado, irritada com a reunião da presidente taiwanesa Tsai Ing-wen com o presidente da Câmara dos Deputados dos EUA, Kevin McCarthy, na quarta-feira.

A China vê Taiwan, governada democraticamente, como seu próprio território, e nunca renunciou ao uso da força para colocar a ilha sob seu controle. O governo de Taiwan se opõe veementemente às reivindicações da China.

Macron disse que a Europa não deve acelerar o conflito, mas aproveitar o tempo para construir sua posição como um terceiro polo entre a China e os Estados Unidos, em comentários ao jornal francês Les Echos e ao Politico feitos durante sua visita à China.

“O pior seria pensar que nós, europeus, devemos nos tornar seguidores desse tema e nos adaptar ao ritmo americano ou a uma reação exagerada chinesa”, disse ele em uma matéria do Político.

(Por Layli Foroudi e Michel Rose)

Sobre o Autor

Reuterscontributor

A Reuters, o departamento de notícias e media da Thomson Reuters, é o maior fornecedor de notícias multimédia internacional do mundo, chegando a mais de mil milhões de pessoas todos os dias. A Reuters fornece notícias sobre negócios, financeiras, nacionais e internacionais de confiança a profissionais através dos computadores da Thomson Reuters, das organizações de meios de comunicação social mundiais, e diretamente aos consumidores na Reuters.com e através da Reuters TV.

Você achou esse artigo útil?

Anúncio